domingo, 22 janeiro 2017
Fale Conosco | (24)3343-5229

Política

Depois do ônibus, Samuca vai para a prefeitura à pé

09/01/2017 08:36:42

Uma semana após ir de ônibus para a prefeitura, o prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva, optou por uma caminhada nesta segunda-feira, entre o Centro e o Aterrado, onde fica a sede do governo, para iniciar o dia de trabalho. Segundo ele, a iniciativa visa a identificar pequenos problemas num dos principais pontos comerciais da cidade, que acabam interferindo na mobilidade das pessoas.

Acompanhado do secretário de Obras e Serviços Públicos, Toninho Oreste; do presidente da Suser (Superintendência de Serviços Rodoviários), Wellington Silva; e do presidente  do IPPU (Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano), Ricardo Machado, além de assessores, o prefeito chegou ao início da Avenida Amaral Peixoto, no Centro, por volta das 7h15min.

No percurso, ele viu a situação de calçadas, algumas com pisos quebrados ou soltos, a falta de rampas de acesso a algumas delas, lixo sobre a entrada de bueiros e equipamentos urbanos, como lixeiras, muitas quebradas. “Essa é uma situação comum não só no Centro, mas em toda a cidade”, observou o prefeito, enquanto um de seus assessores fazia anotações das necessidades.

Depois do ônibus, Samuca vai para a prefeitura à pé

Samuca passou pelo viaduto Nossa Senhora das Graças e depois seguiu em direção ao Palácio 17 de Julho pela Avenida Paulo de Frontin. Na hora de cruzar a Rua Neme Felipe, alertou: “Vamos pela faixa [de pedestres]”.

Com uma reunião marcada às 8 horas com a direção da Apae (Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais), Samuca chegou à sede do governo quatro minutos antes. Durante todo o percurso, ele conversou muito com Oreste. “Vamos receber do secretário, no mais tardar até amanhã, uma avaliação do que precisa ser feito”, afirmou Samuca, que, ainda na Amaral Peixoto, lembrou que a avenida precisará ser preparada para “receber a Tarifa Comercial Zero”, uma de suas principais promessa de campanha.

- Estimamos que serão necessárias entre 150 e 200 pessoas para fazer este trabalho de revitalização definido pelo prefeito – disse Toninho Oreste, que ainda precisará definir de onde sairá a mão de obra.

Depois do ônibus, Samuca vai para a prefeitura à pé

Samuca disse que da mesma forma como vem fazendo em relação à área central da cidade, pretende ir aos bairros – inclusive de ônibus – para ver as necessidades e ouvir as reivindicações dos moradores. Durante a caminhada, o chefe do Executivo conversou com várias pessoas, ouviu de um taxista um pedido de reunião (“é só organizar e me procurar”, avisou) e entrou em bares, padarias e lanchonetes que já estavam abertos. No tradicional Bar Botafogo, no Centro, recusou o café, explicando que tinha a reunião marcada.

1/5

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

16:45 Nacional