terça-feira, 20 novembro 2018
Fale Conosco | (24)3343-5229

Política

Corpo do pai de Pedro Fernandes, candidato ao governo, é encontrado

Ele esteve em VR neste sábado e cancelou agenda de domingo

18/08/2018 20:14:36

Pedro Fernandes com Baltazar, antes de o corpo do pai ser encontrado em Santa Catarina

Bombeiros de Itajaí (SC) resgataram na tarde deste sábado o corpo de José Ubirajara Moreira da Silva, pai do deputado estadual e candidato do PDT ao governo do estado do Rio, Pedro Fernandes. O parlamentar cancelou a agenda de campanha para viajar a Santa Catarina neste domingo.

José estava desaparecido desde o dia 27 de julho, quando decolou de Porto Belo, no litoral catarinense, com destino a Itanhém, em São Paulo. O corpo dele foi encontrado a dez quilômetros da costa de Itajaí.

Campanha em Volta Redonda

Antes de o corpo ser encontrado, Pedro Fernandes esteve pela manhã em, Volta Redonda, onde foi às ruas acompanhado do candidato a deputado estadual Paulo Baltazar (PDT). Eles fizeram uma caminhada pelo Retiro, acompanhados do candidato ao Senado, José Bonifácio.

Para Baltazar, Pedro tem capacidade de fazer a mudança verdadeira no estado e a inteiração entre eles significa que será ainda mais alavancado o crescimento regional. “Minha proposta é que o governo do estado patrocine o plano estratégico de desenvolvimento do estado. Não tem como um plano regional acontecer sem o estado estar presente. Ele precisa ser o indutor no planejamento que apresente as potencialidades e ajude a criar outras. Sendo o governador do meu partido a região vai ganhar e muito”, destacou. 

Pedro Fernandes, que ressaltou a capacidade de Baltazar se eleito na Alerj, contou que encontrou na caminhada uma pessoa que morava num subúrbio do Rio e veio para Volta Redonda fugindo da violência, que já está batendo às portas da região. Segundo o candidato, a violência atual é consequência falta de investimento em educação.

Para gerar oportunidades de trabalho e melhoria no setor, Pedro Fernandes citou que são necessárias duas ações. A primeira seria arrumar a casa fazendo o equilíbrio fiscal, com capacidade de gastar apenas o que for arrecadado. O segundo seria o combate à criminalidade.

- Proporcionar segurança para pessoas e para empresas se sentirem mais seguras para investir no estado. Para isso tem regrinhas básicas. A primeira é a reposição do efetivo. Já me comprometi em janeiro a chamar 1,5 mil dos 4,5 mil profissionais que passaram nos concursos. Tem ainda que ter investimento em inteligência e tecnologia. Apenas 0,03% do orçamento foi gasto com isso e, por conta desse baixo investimento, é que não se consegue conter a migração da criminalidade”, afirmou.

O candidato ainda mencionou o fato do estado não ter uma “política de fronteiras”, mencionando os índices de violência em Angra dos Reis e as drogas e armas que entram no estado, em especial pela Rodovia Presidente Dutra, em Itatiaia. “Uma quantidade de armas e drogas absurda, porque nem União nem estado tem capacidade de fazer controle de fronteiras. É totalmente possível avançar nisso”, disse, completando que a educação terá um investimento primordial com mais escolas em tempo integral.

Ele citou que seriam necessários R$ 200 milhões para deixar 500 escolas em tempo integral com qualidade. “Aí me perguntam onde vamos arrumar esse dinheiro com o estado falido. Respondo que é simples. Aqui tem posto de vistoria do Detran, como em muitas cidades do estado. Eles não servem para nada, somente extorquem. Vamos tirar o dinheiro da educação daí”, afirmou, acrescentando que terá uma controladoria de gestão interna para acabar com a corrupção e elaborará uma reforma tributária para deixar o estado mais competitivo com outros para receber novas empresas. (Foto: Divulgação)

Comentários via Facebook

(O Foco Regional não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

11:54 Cidades