terça-feira, 04 agosto 2020
Fale Conosco | (24)3343-5229

Esporte

CBF requer ao Voltaço esclarecimentos sobre Marrony

Jogador foi revelado pelo Tricolor de Aço

01/07/2020 20:25:06

O Volta Redonda foi notificado pela CBF (Confederação Brasileira de Futebol) para explicar a venda de 10% dos direitos econômicos do jogador Marrony a um empresário. A prática fere o Regulamento sobre Status e Transferência de Jogadores (RSTP). O Voltaço solicitou à entidade para enviar as explicações até a próxima segunda-feira (6), informou o site UOL na tarde desta quarta-feira (1º). Revelado pelo Voltaço, o atacante foi contratado pelo Vasco e, mais recentemente, pelo Atlético-MG.

Desde 2015, o artigo 18 do RSTP estabeleceu que os direitos econômicos dos atletas não podem ficar sob o controle de terceiros. Apenas os clubes estão credenciados e envolvidos nas transferências de jogadores.

O caso surgiu em meio às negociações entre o Vasco e o Atlético-MG pelo atacante, concluídas em meados do mês passado. O clube carioca tinha 70%; o Volta Redonda, 20%; e um empresário do ramo imobiliário outros 10%. O clube mineiro desembolsou R$ 20 milhões por 80% dos direitos, sendo que o Vasco permaneceu com 14% e o Volta Redonda com 6%.

Segundo o UOL Esporte, a comercialização dos direitos do jogador aconteceu em 2018, por R$ 200 mil. O empresário, cujo o nome está registrado no documento que aponta a negociação, tem ligações com a "Pantera Sport", empresa que agencia carreira de jogadores.

Segundo o UOL, o Volta Redonda foi procurado e respondeu que não se pronunciará sobre o caso. Já a CBF confirmou a notificação e que aguarda os esclarecimentos.

"A Diretoria de Registro, Transferência e Licenciamento da CBF notificou o Volta Redonda há duas semanas, logo após o anúncio da negociação, solicitando detalhes quanto à composição do passe do jogador. Esta semana, o clube pediu mais tempo à entidade, que aguarda as informações nos próximos dias", disse a entidade.

Ainda segundo o UOL, um grupo de sócios do Volta Redonda apura uma suposta irregularidade na venda de parte dos direitos econômicos de Marrony. O UOL Esporte apurou que há a possibilidade de que uma denúncia seja apresentada ao Ministério Público. (Foto: Divulgação / Bruno Cantini / Atlético-MG)

Comentários via Facebook

(O Foco Regional não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

16:33 Educação