quinta-feira, 20 setembro 2018
Fale Conosco | (24)3343-5229

Economia

Caminhoneiros não aceitam acordo e mantêm paralisação

Governo esperava desmobilização da categoria

25/05/2018 06:16:47

Wilde, à direita: 'A categoria se sente traída. A greve não acabou'

O anúncio de um acordo entre o governo federal e representantes de caminhoneiros, anunciado na noite da quinta-feira, para suspender por 15 dias a greve da categoria, não pôs fim ao movimento. Pelo contrário, segundo o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Autônomos de Carga do Sul Fluminense (Sindtac), só serviu para piorar a situação. Ele diz que o acordo foi assinado sem que a representação da categoria – que não participou da reunião – fosse ouvida.

- A greve continua – disse Wilde ao FOCO REGIONAL, no final da madrugada desta sexta-feira. Ele ainda está em Brasília. ”Estamos aguardando que ele no dê explicações”, disse Wilde, referindo a Diumar Bueno, presidente da Confederação Nacional dos Transportadores Autônomos (CNTA):”Confiamos nele, que assinou um acordo sem consultar outros representantes dos caminhoneiros”.

O sindicalista disse ainda que a categoria se sente traída. “O pessoal agora está furioso. Segue tudo parado”, resumiu, revelando que, ainda na noite da quinta-feira, pela internet, os caminhoneiros que estão parados em estradas de todo o país foram orientados a manter a paralisação.

 

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

10:13 Polícia