sexta-feira, 29 maio 2020
Fale Conosco | (24)3343-5229

Nacional

Caixa pede desculpas por falhas no sistema do auxilio emergencial

Presidente do banco pede paciência

07/04/2020 19:14:59

A Caixa Econômica Federal pediu desculpas pelas falhas apresentadas nesta terça-feira pelo aplicativo lançado para auxiliar os trabalhadores informais que têm direito a ajuda de R$ 600 do governo federal por conta da pandemia do novo coronavírus. Mesmo assim, de acordo com o presidente do banco, Pedro Guimarães, a expectativa é terminar o dia com o cadastro de 20 milhões de trabalhadores aptos a receber o auxílio. "Peço desculpas e paciência se em algum momento sistema estiver lento. Hoje será o dia de maior intensidade", disse ele, reconhecendo o problema em algumas plataformas.

Ainda segundo Pedro, mais 31 milhões de pessoas acessaram o site da Caixa no primeiro dia de operação. Já o telefone disponível (111) para tirar dúvidas registrou mais de 330 mil ligações. Nas redes sociais há relatos de pessoas que não conseguiram completar a ligação em diversas tentativas.

Nesta terça-feira foram lançados o site da Caixa e aplicativos para iOS e Android para os trabalhadores informais, autônomos, microempreendedores individuais (MEI) e contribuintes da Previdência que ainda não têm informações no CadÚnico. O cadastramento também é necessário para as pessoas que não estavam no CadÚnico até o dia 20 de março.

Quem não sabe se está no cadastro pode conferir a situação ao digitar o número do CPF no aplicativo. O aplicativo pode ser baixado gratuitamente. De acordo com o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, houve um acordo com empresas de telefonia para que mesmo as pessoas sem crédito no celular pré-pago possam baixar a ferramenta sem custo.

O governo garante que começa a pagar na quinta-feira a primeira parcela do auxílio emergencial de R$ 600 para pessoas inscritas no CadÚnico com conta no Banco do Brasil ou poupança na Caixa Econômica Federal. Para os clientes dos demais bancos, o pagamento será feito a partir do dia 14 deste mês.

O segundo pagamento do benefício de R$ 600 ocorrerá entre 27 e 30 de abril, conforme a data de aniversário dos beneficiários. E a última parcela será paga de 26 a 29 de maio. A ideia é que todo o pagamento do benefício – as três parcelas de R$ 600 - seja feito em cerca de 45 dias, totalizando a liberação R$ 98 bilhões para 54 milhões de pessoas.

No caso dos beneficiários do Bolsa Família, o pagamento seguirá o calendário normal do programa. De acordo com o presidente da Dataprev, Gustavo Canuto, o CadÚnico tem 75 milhões de pessoas inscritas. Desses, 43,6 milhões são beneficiários do Bolsa Família.

Comentários via Facebook

(O Foco Regional não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

18:18 Saúde