quarta-feira, 24 maio 2017
Fale Conosco | (24)3343-5229

Política

Bombeiro deixa comando da Defesa Civil de Volta Redonda

18/04/2017 12:06:48

Champion (sentado ao lado do prefeito) ouve o então coordenador da Defesa Civil, Márcio Caetano (de costas)

O coronel Márcio Cláudio Caetano Siqueira, do Corpo de Bombeiros, não é mais o coordenador da Defesa Civil de Volta Redonda. Ele deixou o cargo nesta segunda-feira. O novo coordenador é o capitão Rafael Edgard Champion, também do Corpo de Bombeiros, que chegou ao órgão há menos de um mês.

Há mais de uma semana circulavam os rumores sobre a saída de Márcio. No último dia 11, o FOCO REGIONAL fez contato com o militar, que se mostrou surpreso pelo fato de o jornal estar sabendo de que ele estava demissionário. Ele, no entanto, não confirmou sua saída. Nesta terça-feira, o jornal tentou novamente falar com o coronel, mas ele não atendeu a ligação. Curiosamente, na última sexta-feira foi publicado no Volta Redonda em Destaque, órgão oficial do município, a nomeação de Márcio para o cargo.

Procurada, a prefeitura de Volta Redonda informou que a saída do bombeiro se deve a questões salariais e logísticas. “O Cel. tem residência fixa no Rio e o frequente deslocamento entre a capital e Volta Redonda gera inevitavelmente um desgaste. Além disto, os primeiros vencimentos do Cel. deste ano, estiverem a cargo do governo do estado. O município de Volta Redonda passa por dificuldades financeiras, com um dívida de quase R$ 1 bi, e não teria como pagar o que ele ganhava. Trata-se de um grande profissional, com altíssimo conhecimento da área e certamente é uma perda para o governo. No entanto Rafael Champion e a equipe seguirá com eficiência os trabalhos. Ratificamos a nossa disposição em fazer da Defesa Civil, uma das melhores do estado. Desejo ao amigo Márcio sucesso nos seus projetos profissionais"”, diz a nota em nome do prefeito Samuca.

Bombeiro deixa comando da Defesa Civil de Volta Redonda

O capitão Champion, já com novo visual (sem barba), agora no comando da Defesa Civil

 

OUTRAS – A saída do coordenador ocorre menos de duas semanas depois de outro colaborador do governo, o arquiteto Ronaldo Alves, deixar a assessoria especial do prefeito Samuca Silva. A justificativa oficial é de que o arquiteto decidira cuidar mais de sua empresa e outros projetos pessoais.

As baixas no governo Samuca começaram às vésperas de sua posse. Indicado para a Secretaria de Saúde, Rafael Galvão desistiu às vésperas do início do governo, sendo substituído por Márcia Cury, que até então estava indicada para a direção do Hospital São João Batista.

Em janeiro, Ricardo Moreira deixou a presidência do IPPU (Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano, sendo substituído pela arquiteta Maria Ilma de Andrade.

Em março, o procurador geral Fábio Fernandes da Silva deixou o cargo. A saída, segundo fontes do Palácio 17 de Julho, foi tumultuada, após um desentendimento com o prefeito. Augusto César Nogueira assumiu o cargo. (Fotos: Arquivo-22/03/2017 e Divulgação)

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

18:18 Cidades