domingo, 23 abril 2017
Fale Conosco | (24)3343-5229

Economia

Alerj vota retirada definitiva das indústrias de laticínios do FEEF

Ônibus levará produtores da região para apoiar projeto

26/03/2017 14:38:20

Os deputados estaduais do Rio apreciam na próxima quarta-feira projeto de lei para a retirada definitiva da indústria leiteira do Fundo Estadual de Equilíbrio Fiscal (FEEF). De autoria do deputado estadual e líder do governo na Assembleia Legislativa (Alerj), Edson Albertassi (PMDB), o projeto de lei atende ao clamor de cooperativas e indústrias de laticínios que foram incluídas no FEEF no ano passado.

“Essa inclusão significa que as empresas beneficiadas com incentivos fiscais devem depositar, mensalmente, em favor do fundo, 10% sobre o valor da diferença entre o imposto calculado com e sem utilização de benefício fiscal. Isso inviabiliza o funcionamento de diversas empresas e coloca o setor leiteiro do estado em grave situação”, explicou Adilson Rezende, presidente do Sindicato Rural de Barra Mansa.

Para sensibilizar os parlamentares a favor do projeto de lei de Albertassi, o Sindicato Rural e a Cooperativa Agropecuária de Barra Mansa convocam os produtores rurais do Sul Fluminense a participarem da votação. “Vamos disponibilizar um ônibus para que o maior número de produtores possa participar da votação. É muito importante que nossa categoria se una para essa votação, pois a aprovação desse projeto de lei significa um respiro para as indústrias nesse momento de crise econômica”, afirmou Cláudio Meirelles, presidente da Cooperativa Agropecuária de Barra Mansa.

Segundo estudo divulgado este mês pelo Sindicato das Indústrias de Laticínios (Sindlat), o estado do Rio tem mais de 15 mil produtores e 100 empresas, que geram 45 mil empregos. A cadeia láctea tem faturamento anual de cerca de R$ 2 bilhões ao ano, sendo o segundo setor mais importante da indústria alimentícia do estado.

“Porém, a produção estadual representa apenas 22% dos produtos lácteos consumidos, o que significa uma oportunidade para o crescimento do setor que conta ainda com uma capacidade industrial ociosa. Precisamos não só da retirada da indústria leiteira do FEEF, mas também de soluções em curtíssimo prazo para definir a questão tributária”, argumentou Adilson, convocando os produtores para estarem presentes na votação no dia 29 de março. “Precisamos que tanto a Alerj quanto o governo estadual percebam a importância de estratégias e ações para desenvolver e fomentar a cadeia láctea no estado. Nossa mobilização vai fazer diferença para o crescimento do setor leiteiro”, finalizou Adilson.

O ônibus que vai levar os produtores parte às 10h30min da usina da Cooperativa Barra Mansa, no bairro Santa Maria II. Os interessados em participar podem confirmar presença pelo telefone (24) 99298-5499.

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

16:36 Cultura