quinta-feira, 09 abril 2020
Fale Conosco | (24)3343-5229

Estado

Alerj deixará Palácio Tiradentes após 45 anos

Legislativo vai se instalar no antigo 'Banerjão'

08/01/2020 11:36:04

Após 45 anos instalada no tradicional Palácio Tiradentes, a Alerj (Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro) mudará de sede este ano, transferindo-se este ano para o prédio que foi a antiga sede do Banerj – conhecido como “Banerjão”. A mudança será gradativa, mas deve ser totalmente concluída até o final do primeiro semestre.

O Palácio Tiradentes – projetado por Archimedes Memória e Francisco Couchet – foi inaugurado em 1926 como sede da Câmara dos Deputados, que ali funcionou até 1960. Abrigou também a Assembleia Legislativa do extinto estado da Guanabara (Aleg), entre 1960 e 1975, quando houve a fusão com o antigo estado do Rio e a Alerj foi instituída, passando a funcionar no mesmo local. O prédio do extinto Banerj, projeto do arquiteto Lúcio Costa, foi inaugurado na década de 1960. No edifício funcionaram diversas secretarias do governo do estado, além do banco estadual.

Para receber a Casa legislativa, o edifício ficou em obras durante três anos e meio ao custo de R$ 156 milhões. O plenário ficará no subsolo. O diretor-geral da Alerj, Wagner Victer, destaca que a nova sede oferecerá mais conforto aos deputados e vai gerar economia para a Alerj, por reunir todos os funcionários, atualmente espalhados em cinco edifícios no Centro da capital, num único lugar. Como exemplo, Victor – ex-presidente da Cedae – destaca que uma das maiores economia será com a conta de água, na ordem de 70%.

Alerj deixará  Palácio Tiradentes  após 45 anos

Ainda de acordo com ele, o valor gasto na reforma é um terço do quanto a Alerj economizou do seu orçamento do ano passado (em torno de R$ 422 milhões) e que será devolvido ao governo do estado.

- Gastaríamos três vezes mais se fosse um prédio novo. Além disso, por ser uma reforma, sujeita a mais imprevisto que uma obra, a lei permite aditivos de 50%. Fizemos apenas 6% - diz ele.

O Palácio Tiradentes será reformado para se transformar num centro cultural. O plenário será mantido para sessões solenes, como de posse de deputados e governador. (Com informações do jornal Folha de S.Paulo – Fotos: Divulgação)

Comentários via Facebook

(O Foco Regional não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

10:05 Polícia