segunda-feira, 21 janeiro 2019
Fale Conosco | (24)3343-5229

Economia

Acciona diz que crise inviabiliza manter BR-393

25/04/2018 13:36:12

A Rodovia do Aço, empresa do grupo espanhol Acciona, informou nesta quarta-feira que o pedido de devolução da BR-393 (Rodovia Lúcio Meira), protocolado no último dia 11 na ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) foi motivado pelo que considera inviabilidade financeira do negócio. A informação foi dada pela assessoria da empresa, em resposta a um pedido de informações encaminhado pelo FOCO REGIONAL no dia 12 deste mês.

- Um dos motivos é a inviabilidade financeira do negócio em razão do volume de tráfego de veículos inferior ao previsto, resultado da crise financeira do país nos últimos anos – disse a Acciona em nota. A empresa venceu leilão para administrar a rodovia por 25 anos.

O pedido está sob análise da ANTT, também segundo confirmou a assessoria do órgão regulador ao jornal, há uma semana. A agência explicou que, se o pedido for aceito, os investimentos serão suspensos, “cabendo à concessionária executar serviços de operação, manutenção e conservação, mediante a respectiva redução tarifária”. A ANTT não explicou quais serão os procedimentos se o fim do contrato de forma amigável, como pleiteia a concessionária, for negado.

Na nota, a Acciona Rodovia do Aço reafirma que continuará empenhada em operar a rodovia com foco na segurança dos usuários até o final do processo de devolução, cujos prazos ainda estão indefinidos e dependem de resposta da ANTT, assim como ocorre com outras empresas que realizaram reivindicações semelhantes.

A empresa informou ainda que desde 2008, quando iniciou a operação da concessão, gerou mais de mil empregos diretos e indiretos, tendo investido mais de R$ 590 milhões em obras, equipamentos e veículos. Assegura também que realizou aproximadamente 57% dos investimentos previstos no contrato. “O restante corresponde a obras que ainda estão pendentes de desapropriações ou licenças ambientais sob responsabilidade de outros órgãos do governo federal”, ressalvou.

Comentários via Facebook

(O Foco Regional não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

23:41 Cidades