quinta-feira, 25 abril 2019
Fale Conosco | (24)3343-5229

Estado

Vasco vence o Palmeiras na estreia na Sul-Americana

29/09/2011 16:44:57

Com gols de Diego Souza e Élton, ambos resultantes de cruzamentos, o Vasco bateu o Palmeiras por 2 a 0, nesta quinta-feira, jogando em São Januário, e abriu boa vontagem no confronto entre as duas equipes pela Copa Sul-Americana. O time carioca agora pode perder por até dois gols de diferença na partida de volta, no dia 25, em São Paulo.

No primeiro dos três confrontos consecutivos que farão nos próximos dias (os times voltarão a se enfrentar no próximo domingo, pelo Brasileiro, em São Januário, e no dia 25, em São Paulo, no jogo de volta da Sul-Americana), Vasco e Palmeiras entraram em campo com alguns desfalques. Valdivia, pelo lado paulista, e Dedé, do clube carioca, foram ausências por estarem a serviço de suas seleções nacionais. O treinador Ricardo Gomes preferiu ainda poupar Alecsandro, que sequer foi relacionado, e Felipe e Éder Luís, que iniciaram o jogo no banco de reservas.

Semifinalista da Copa Sul-Americana em 2010, o time de Felipão tentou buscar o ataque logo no início, e criou chances com Kléber e Luan nos primeiros minutos. O Vasco, porém, conseguiu rapidamente neutralizar as investidas adversárias e equilibrar o jogo. Aos 6min, Marcos teve que se esticar para defender chute forte de Bernardo de fora da área.

Aos 15min, a equipe alviverde chegou perigosamente com Patrik, que recebeu cruzamento de Maikon Leite. O bandeirinha, no entanto, marcou impedimento. Aos 27min, mais pressão: Marcos Assunção cobrou falta na área e a bola foi desviada por Thiago Helendo, de cabeça. Atento, Fernando Prass se esticou e salvou o Vasco.

O movimentado primeiro tempo reservou ainda outros lances de efeito, que não foram concretizados em gol graças às boas atuações de Marcos e Prass. Aos 31min, Rômulo acertou chute perigoso. Dez minutos depois, Patrik respondeu para o Palmeiras e assustou o time local com forte finalização.

As duas equipes se empenhavam em criar jogadas, mas, curiosamente, o placar foi aberto quase que "sem querer" em São Januário. Aos 42min, Bernardo cobrou escanteio do lado esquerdo. A zaga palmeirense mostrou falhas de posicionamento e a bola desviou em Henrique. Na sequência, bateu em Diego Souza, que, aparentemente sem intenção, marcou o gol de peito.

O ritmo do jogo caiu no início da etapa final. Aos 13min, Ricardo Gomes promoveu a primeira substituição do jogo, chamando Felipe para a vaga de Jumar. A mudança pareceu surtir efeito, à medida em que o Vasco trocava passes, cadenciando, e conseguia manter o resultado com tranquilidade.

Percebendo a passividade da sua equipe, Felipão trocou Maikon Leite por Dinei. A calma carioca foi quebrada aos 22min, quando o próprio Dinei apareceu cara a cara com Fernando Prass e desperdiçou boa oportunidade de empatar. Foi o suficiente para que os paulistas crescessem na partida.

Aos 24min, Marcos Assunção levantou bem a bola e encontrou Dinei na área. De cabeça, o atacante concluiu para o gol, mas o bandeirinha marcou polêmico impedimento.

O momento era palmeirense e Felipão tentou tornar a equipe mais ofensiva, promovendo a entrada de Maurício Ramos no lugar de Henrique. Ricardo Gomes, tentando segurar o resultado, tirou o autor do gol, Diego Souza, para a entrada do zagueiro Victor Ramos.

O Palmeiras ainda levou perigo em uma cobrança de falta de Marcos Assunção, mas pecava pelo excesso de chances perdidas. O castigo veio aos 33min, quando o Vasco, em uma das poucas chegadas no segundo tempo, abriu 2 a 0: Leandro cruzou da linha de fundo. Elton se antecipou ao zagueiro palmeirense e ampliou de cabeça. 

Fonte: O Dia

Comentários via Facebook

(O Foco Regional não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

21:10 Cultura