quinta-feira, 21 novembro 2019
Fale Conosco | (24)3343-5229

Esporte

Vasco perde e deixa a liderança do Brasileirão

10/10/2011 11:17:19

Apático, o Vasco fugiu das suas características no Beira-Rio, neste domingo, e entrou em campo apenas para se defender. Apesar das várias defesas de Fernando Prass, o Gigante da Colina não suportou a pressão, foi derrotado por 3 a 0 pelo Internacional e perdeu a liderança do Campeonato Brasileiro para o Corinthians, que venceu o Atlético-GO por 3 a 0.

Marcando sob pressão, os donos da casa dominaram o início da partida. Logo aos cinco minutos, Ney chutou da marca do pênalti e Fernando Prass, mostrando reflexo, defendeu. Dois minutos depois, Ilsinho bateu cruzado e novamente Prass salvou.

Aos 22, o Inter teve nova chance. D’Alessandro entrou pela esquerda e chutou cruzado. Prass pegou.

Conseguindo trocar mais passes, o Vasco teve a primeira oportunidade aos 26. Eder Luis cruzou e Diego Souza deu um lindo voleio, mas Muriel espalmou. A última chance do primeiro tempo também foi do time carioca e, mais uma vez, com Diego Souza. Ele recebeu cruzamento na área e, de peixinho, desperdiçou.

Como no início da partida, o Inter apertou a marcação nos primeiros minutos da segunda etapa e, aos três, abriu o placar: D’Alessandro recebeu na entrada da área e, de direita, chutou. Fernando Prass já tinha pulado para defender, mas o zagueiro Renato Silva desviou e a bola entrou no ângulo direito.

Aos 18, aconteceu um lance polêmico na área do Colorado. Diego Rosa, que substituiu Felipe, entrou driblando e foi derrubado, mas o árbitro entendeu que simulou e ainda deu um cartão amarelo ao jogador.

Atrás no placar, o Vasco tentou partir para cima e aos 24, Eder Luis bateu de fora para defesa de Muriel. Foi o único chute a gol da equipe de Cristóvão Borges no segundo tempo.

A partir de então só deu Inter. Após cobrança de falta da lateral, aos 31, Bolatti, livre, cabeceou, Prass fez defesa espetacular, mas, no rebote, Índio, de cabeça, marcou o segundo.

Sem força para reagir, o Vasco continuou retraído e, aos 44, levou o terceiro. João Paulo cruzou rasteiro para Tinga desviar para a rede e fechar a vitória do Internacional.

Comentários via Facebook

(O Foco Regional não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

20:48 Cidades