quinta-feira, 21 março 2019
Fale Conosco | (24)3343-5229

Polícia

Líder de movimento grevista em VR tem prisão decretada e vai para Bangu I

10/02/2012 17:34:54

O cabo Pablo Rafael Marques dos Santos, de 35 anos, um dos líderes do movimento de greve dos policiais militares na região Sul do estado é um dos onze PMs que tiveram a prisão decretada pela juíza Juliana Bessa Ferraz Krykhtine, do Rio de Janeiro. O mandado foi cumprido na sede do 28º Batalhão de Polícia Militar (BPM), em Volta Redonda, onde o cabo já se encontrava em prisão administrativa desde as primeiras horas da manhã, quando cerca de 200 policiais se aquartelaram na unidade, aderindo à greve da categoria, dos policiais civis e dos soldados do Corpo de Bombeiros.

Segundo o Comando Geral da Polícia Militar, os presos pelo mandado judicial vão ser levados para Bangu I. Eles foram denunciados pelo Ministério Público Estadual por incitamento (artigo 155), publicação de crítica indevida (166) e desacato a superior (298). A ordem de mandar os líderes do movimento para o presídio de segurança máxima do estado, onde são trancafiados bandidos de alta periculosidade, revoltou mesmos os policiais militares que estão nas ruas, dentro do efetivo de 30% que o movimento tinha se comprometido a manter em caso de greve. A revolta foi grande também entre policiais civis e bombeiros.

- O que estão fazendo é uma violência sem necessidade – protestou o  advogado João Campanário, do Sindicato dos Metalúrgicos, entidade que está prestando apoio aos grevistas. “O pedido de prisão é ilegal, uma incoerência. Ninguém desacatou ninguém. O movimento é pacífico”, acrescentou Campanário, reclamando que, como os mandados foram expedidos por uma juíza de plantão, na noite da quinta-feira, ele não sabe sequer para qual vara o processo será distribuído, o que fará com que somente na segunda-feira possa ter ciência dos argumentos utilizados para o pedido e a decretação da prisão.

Pablo foi conduzido à delegacia de polícia de Volta Redonda, onde foi submetido a exame de corpo de delito, feito pelo médico Márcio Braga, do Instituto Médico Legal, que foi à unidade.

Do 28º batalhão, outros cinco líderes do movimento de greve na região estão sob prisão administrativa e vão ser encaminhados para o BEP (Batalhão Especial Prisional), também o Rio: são os soldados Thiago Rodrigues dos Reis, de 28 anos, e Lindomar Alcântara e Silva, de 35; e os cabos Jean Hudson dos Santos Avelar, de 31 anos; Norberto Moreira de Freitas, de 36; e Alan Alves Ricardo, também de 31 anos.

Comentários via Facebook

(O Foco Regional não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

14:36 Nacional