domingo, 12 julho 2020
Fale Conosco | (24)3343-5229

Polícia

GMVR apoia demolição em terreno público invadido

24/10/2011 12:11:48

A Guarda Municipal de Volta Redonda constatou, na tarde da última sexta-feira, a invasão de um terreno público, ocorrida na Rua 7, nº 80, no Parque Vitória, no bairro Três Poços. O pedido para que fosse feita a desapropriação da construção partiu do presidente da Associação de Moradores do bairro, Cláudio de Lima Rocha, que enviou ofícios a diversos órgãos da prefeitura, na última semana.

O comandante da GMVR, major Luiz Henrique Monteiro Barbosa esteve à frente da operação de desapropriação, juntamente com fiscais das secretarias municipais de Planejamento e de Finanças, que já haviam entregado cerca de 10 intimações ao proprietário e responsável pela invasão da área, José Arnaldo, que ignorou todas elas e que continuava a construir.

-Ele tomou toda a área da calçada, em cerca de quatro metros, além de ter avançado mais três metros em direção ao campo de futebol, tirando o acesso das pessoas à área de lazer e atrapalhando a saída do esgoto de casas vizinhas, contou o major Luiz Henrique, acrescentando que o invasor chegou a ameaçar os fiscais das duas secretarias.

Além de ter derrubado a parte construída, o serviço de um trator foi necessário para acabar de desobstruir a parte da calçada invadida e liberar a passagem que faz acesso ao campo de futebol. Também foi necessária a presença de uma assistente social da Smac (Secretaria Municipal de Ação Social), para ajudar duas pessoas que moravam na casa com o responsável pela invasão.    

Construção irregular em área de preservação também é demolida

A Coordenadoria Municipal de Defesa Civil (CMDC), juntamente com funcionários das secretarias municipais de Meio Ambiente e de Serviços Públicos, além de policiais militares realizaram a demolição da parte de alvenaria de uma casa que estava sendo construída numa área de preservação permanente, localizada na Av. Beira Rio, ao lado do nº 1.455, no bairro Vila Americana. A demolição foi feita nesta segunda-feira, às 10 horas.

De acordo com o coordenador de Defesa Civil, major Rodrigo Ibiapina, “a responsável pela obra, Alessandra Maria Érica da Silva Lima, já havia sido notificada pela Secretaria de Meio Ambiente para que a construção fosse paralisada”, contou ele, mas isso não aconteceu. Após uma consulta feita à Procuradoria do Município, a Defesa Civil optou pela demolição.

- As equipes chegaram ao local por volta das 10 horas, e primeiro retiraram as telhas, que foram devolvidas à dona, para só então proceder a demolição da parte de alvenaria, explicou Ibiapina, afirmando ainda que estavam munidos de um Auto de Intimação, expedido pela SMMA, dando embasamento à ação.  

Comentários via Facebook

(O Foco Regional não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

19:09 Polícia