sábado, 26 setembro 2020
Fale Conosco | (24)3343-5229

Polícia

Falsa comunicação de crime leva polícia a identificar suspeito de atirar em torcedor do Fla em Barra Mansa

29/09/2011 17:09:37

A polícia de Barra Mansa anunciou ter identificado um dos suspeitos de atirar contra um empresário, torcedor do Flamengo,  no Centro da cidade, na noite de domingo. Trata-se de Ruan Fábio de Aguiar Silva, dono do Gol DWK-3129, de onde teria partido o tiro que atingiu de raspão Henrique Franco Fabiano Trindade, de 27 anos. Ele foi atendido na Casa de Saúde Santa Maria.

O empresário participava de um buzinaço para a comemorar a conquista do Campeonato Carioca pelo rubro-negro. De acordo com a polícia, Henrique estava na Avenida Domingos Mariano, quando dois ocupantes do Gol, supostamente vascaínos, mandaram ele parar de buzinar. A vítima chegou a dizer que estava comemorando a vitória, momento em que o carona do carro atirou. Eles fugiram, mas Henrique conseguiu anotar a placa do veículo.

Os policiais civis de Barra Mansa conseguiram identificar o dono do Gol quando um tio de Ruan, David de Aguiar Silva, de 55 anos, acompanhado de Daniele de Oliveira Silva, compareceu à delegacia e tentou fazer uma falsa comunicação de crime, alegando que o carro tinha sido furtado. Eles chegaram a informar que, no domingo, por volta das 17 horas, estacionaram o veículo em frente a um restaurante no Ano Bom, onde o furto teria ocorrido.

Antes de o casal comparecer à delegacia, no entanto, o policial civil José Carlos Gama Guimarães já tinha sido informado do modelo e da placa do carro onde estavam os dois homens que atiraram no empresário. O policial disse que percebeu o nervosismo do tio de Ruan. “Pedi que mostrasse a chave do carro, mas ele alegou que tinha desaparecido”, disse o policial.

Ele relatou ainda que, ao perceber que David cada vez mais caía em contradição, Daniele decidiu que não mentiria mais, pois não poderia responder pelo crime de outra pessoa. Ela então contou que David foi até a delegacia a pedido do sobrinho Ruan, o verdadeiro proprietário do carro. “Ruan pediu ao tio que contasse a história do furto na delegacia para tentar livrá-lo da suspeita de tentativa de homicídio”, relatou o inspetor.

David, que mora em Saudade, foi autuado por falsa comunicação de crime pelo delegado Ronaldo Aparecido de Brito Ferreira, mas responderá em liberdade. O chefe do Setor de Homicídios, Reginaldo de Oliveira, disse que vai investigar a denúncia e tentar localizar Ruan para que ele preste depoimento. Reginaldo também vai tentar identificar a outra pessoa que estava com o suspeito no Gol.

 

Comentários via Facebook

(O Foco Regional não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

20:50 Cidades