sexta-feira, 18 outubro 2019
Fale Conosco | (24)3343-5229

Esporte

Com um a menos, Brasil vira sobre até então invicto México

12/10/2011 08:36:40

Apesar de nova atuação sem ser convincente sob o comando de Mano Menezes, o Brasil conseguiu uma vitória de virada sobre o México por 2 a 1, ontem, em Torreón, mesmo com um a menos desde o fim do primeiro tempo. A seleção mexicana defendia uma invencibilidade de mais de um ano, desde a chegada do técnico José Manuel de la Torre.

O time voltou a mostrar deficiências e foi salvo graças a uma falta bem cobrada por Ronaldinho, a uma linda jogada individual de Marcelo e ao pênalti defendido por Jefferson.

As quatro promessas em campo estiveram muito apagadas. Pelo Brasil, Lucas e Neymar pouco fizeram. Do outro lado, os mexicanos Giovanni dos Santos e Chicharito não assustaram. Mesmo assim, o México saiu vencendo por 1 a 0, em lance de azar de David Luiz, que tentou cortar cruzamento de Barrera, mas colocou a bola para dentro aos nove minutos de jogo.

Mesmo com dois apoiadores (Ronaldinho e Lucas), o Brasil foi dependente de jogadas individuais e não teve o apoio dos volantes. De bom, o desempenho de Hulk, que estreou como titular e foi o mais perigoso, com boas finalizações.

O Brasil foi melhor do que o México no primeiro tempo, mas quase se complicou aos 43, quando Daniel Alves cometeu pênalti infantil sobre Chicharito e acabou expulso. A situação só não ficou pior porque Jefferson brilhou ao pegar a cobrança de Guardado.

Com um a menos, a Seleção sofreu no segundo tempo, mas não se abateu e jogou com raça. Numa partida aberta, o México passou a arriscar mais, enquanto o Brasil tinha lampejos para chegar ao gol adversário.

Num indício de que a situação não estava boa, os brasileiros deixaram claro o descontrole e perderam a cabeça com a arbitragem. Jefferson mais uma vez salvou o Brasil aos 29 minutos, em cabeçada de Chicharito na pequena área.

Apesar de desfalcar vários clubes brasileiros, Mano Menezes não aproveitou quase ninguém no jogo, com substituições apenas no fim. Para completar, ignorou pedido do Flamengo e só tirou Ronaldinho no último minuto de jogo.

Pelo menos essa opção ajudou a Seleção. Ronaldinho achou o empate aos 33 minutos, com belo gol de falta. A última vez que ele havia marcado fora há quatro anos, na goleada por 5 a 0 sobre o Equador, no Maracanã.

Com o empate, o México se abateu, e o Brasil cresceu. Aos 39, em bela jogada, Marcelo tabelou com Neymar, driblou dois e marcou um golaço para dar a vitória e salvar a Seleção de mais um resultado negativo.

 

MÉXICO 1 X 2 BRASIL

MÉXICO: Sánchez (Talavera); Juárez (Pérez), Rodríguez, Torres (Moreno) e Salcido; Rafa Marquez, Castro, Barrera (Andrade) e Guardado; Giovanni dos Santos (Peralta) e Chicharito.

Técnico: José Manuel de la Torre

BRASIL: Jefferson; Daniel Alves, David Luiz, Thiago Silva e Marcelo; Lucas Leiva, Fernandinho e Ronaldinho Gaúcho (Hernanes); Lucas (Adriano), Neymar (Elias) e Hulk (Jonas).

Técnico: Mano Menezes

Gols: David Luiz, contra, aos nove do primeiro tempo; Ronaldinho Gaúcho, aos 33 do segundo tempo; Marcelo, aos 38 do segundo tempo

Cartões amarelos: Juárez, Torres, Salcido, Chicharito, Rafa Marquez (México); Daniel Alves, Lucas Leiva (Brasil). Cartão vermelho: Daniel Alves (Brasil)

Local: Estádio Corona, em Torreón, México.

Árbitro: Marlon Mejía (El Salvador). Assistentes: Daniel Williamson (Panamá) e Octavio Jara (Costa Rica)

Comentários via Facebook

(O Foco Regional não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

22:13 Cidades