quarta-feira, 05 agosto 2020
Fale Conosco | (24)3343-5229

Estado

Acordo da dívida dos EUA está muito perto, diz líder republicano no Senado

29/09/2011 16:44:45

O líder da minoria republicana no Senado, Mitch McConnell, disse hoje em entrevista à CNN que democratas e republicanos estão "muito perto de um acordo" para aumentar o limite da dívida do governo dos EUA, evitando assim o risco de "calote".

McConnell, um dos principais negociadores da crise, disse que está confiante de que o teto do endividamento vai ser aumentado, evitando o risco de que o governo federal deixe de pagar seus compromissos.

Questionado se o líder da maioria democrada Harry Reid, conseguiria apresentar um acordo neste domingo, ele respondeu: "Logo".

O republicano afirmou que em breve poderia recomendar a sua bancada que apoie o acordo, que, segundo ele, elevaria o teto da dívida em US$ 3 trilhões e não incluiria aumento de impostos -ponto defendido pelos democratas.

McConnell acredita que o plano, exaustivamente negociado durante o fim de semana, possa ter o apoio de uma "significativa parcela" das bancadas republicanas.

Alguns parlamentares próximos às ideias ultraconservadoras do "tea party" veem sistematicamente recusando os acordos tentados.

O senador democrata Charles Schumer disse estar claro que o acordo vai elevar o limite de déficit o suficiente "para que não tenhamos que voltar a isso até 2013". Uma exigência do presidente Barack Obama era não levantar o assunto em 2012, ano eleitoral em que ele tentará a reeleição.

Pouco antes, o canal ABC havia afirmado que um acordo preliminar tinha sido alcançado e estava sendo divulgado entre as bancadas democrata e republicana.

O Senado deve tentar votar na tarde deste domingo a lei que eleva o teto do endividamento.

O prazo para aprovação é a próxima terça-feira (2). Se, até lá, o Congresso não ampliar o limite de dívida pública permitido ao governo, os EUA podem ficar sem dinheiro para pagar suas dívidas: ou seja, há risco de calote - que seria o primeiro da história americana.

Em maio, a dívida pública do país chegou a US$ 14,3 trilhões, que é o valor máximo estabelecido por lei. Isso porque, nos EUA, a responsabilidade de fixar o teto da dívida federal é do Congresso. 

Comentários via Facebook

(O Foco Regional não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

19:47 Polícia