domingo, 23 abril 2017
Fale Conosco | (24)3343-5229

Colunas

Esporte

por: Filipe Cury

Sem cartaz

17/11/2015 13:24

A Seleção Brasileira recebe o Peru nesta terça-feira, às 22 horas, no Estádio Fonte Nova, com a obrigação de vencer dentro de casa. A fragilidade da equipe canarinho, principalmente na defesa, onde bolas cruzadas são frequentemente lançadas na área, sem ninguém para cortar, foi enorme durante o jogo contra a Argentina. E é bom o pessoal lá de trás ficar atento com estas jogadas aéreas, pois os peruanos têm Guerrero, um jogador que sabe aproveitar esses lances e dificilmente deixará passar chances como as que apareceram no último confronto.

O time de Dunga é composto por grandes atletas. Porém, taticamente, parece que o negócio não anda lá essas coisas. Não é possível que um jogador como o Elias, que há poucos dias fez atuações brilhantes com a camisa do Corinthians, chegue na equipe canarinho e simplesmente tenha desaprendido a jogar futebol. Ou que Neymar, no auge da carreira pelo Barcelona, não consiga chutar a gol. O Brasil precisa surpreender o adversário, qualquer que seja, sem ser previsível, com variações táticas.

A Alemanha, no ano passado, venceu a Copa do Mundo com um time. Messi, Cristiano Ronaldo e Neymar ficaram pra trás. Portanto, um só jogador não ganha campeonato. Até põe medo, mas se ganhasse, historicamente, a nossa seleção jamais teria perdido um jogo.  (Foto: Rafael Ribeiro/CBF)

Pobre

Lionel Messi definiu seu valor: R$ 3,5 milhões por semana para sair do Barcelona. Segundo o jornal britânico Daily Star, o craque cogita a possibilidade de deixar a Espanha por causa de acusações de fraude no pagamento de impostos. Manchester United, Chelsea e Manchester City estão interessados, entretanto, a preferência do argentino seria o Arsenal por ele querer morar em Londres. Resumindo, seriam R$ 105 milhões anuais livres de impostos.

Sonhando

O Flamengo venceu o Orlando City por 1 a 0 no domingo durante um amistoso festivo pelos 120 anos do clube, no Maracanã, porém, já tratou de esquecer o triunfo para focar no jogo de quinta-feira, contra o Santos, na Vila Belmiro, pelo Campeonato Brasileiro.

O lateral Ayrton disse em entrevista que a equipe quer somar todos os pontos possíveis para terminar a competição de forma digna. Otimizando os torcedores, o atleta tratou de lembrar que o G-4 pode virar G-5 caso o Santos garanta uma vaga na Libertadores com o título da Copa do Brasil. O Rubro-negro está a seis pontos do São Paulo, quinto colocado. Não custa tentar.

Sem freio

A 35ª rodada do Brasileirão começou no domingo apenas com o jogo entre Cruzeiro e Sport, no Mineirão. Com três gols em oito minutos, a Raposa atropelou os visitantes e está a apenas três pontos do G-4. Mesmo com a derrota, o Leão permaneceu em sétimo, enquanto os mineiros pularam para oitavo. Os outros jogos da competição serão realizados na quarta e quinta-feira, respectivamente.

Filipe Cury é estudante de jornalismo e faz estágio no FOCO REGIONAL. Sua coluna é publicada sempre às terças e sextas-feiras

E-mail: filipecury93@gmail.com

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional