sábado, 21 outubro 2017
Fale Conosco | (24)3343-5229

Colunas

por: Ingridy Ribeiro

O corpo fala o que a boca cala

01/09/2017 08:23

Já ouviu falar em somatização? Somatizar significa transformar uma dor emocional em uma dor física. Nossa mente nos alerta, através do corpo, o que ela quer expressar. Não é maravilhoso?

Sabe aquela enxaqueca corriqueira? E aquele dorzinha no estômago que não te abandona? Eu, por exemplo, ainda estou curando uma amidalite inesperada e fiquei pensando o que é que eu calei ou tenho calado que resultou neste sintoma.

A dor de cabeça fica mais forte quando a insegurança aumenta, o estômago queima quando a raiva não consegue sair, a garganta inflama quando não expomos alguma aflição, o corpo engorda quando a insatisfação aperta, o peito aperta quando o orgulho domina, a pressão se eleva quando o medo escraviza... O corpo sempre fala o que a boca cala.

Às vezes, não conseguimos expressar nossos sentimentos - pelo menos não de uma maneira adequada - e então o nosso corpo padece. Quem nunca? Acontece nas melhores famílias. O primeiro passo é tomar consciência disso. O segundo? Aceitar. O terceiro? Agir ao invés de somente reagir.

Somatizar é o preço que pagam aqueles que querem ser fortes a todo momento. É um preço alto demais. Não vale a pena!

Acredite: o que criamos no nosso mundo mental se materializa em nosso corpo físico.  Que tal trocar doses medicamentosas diárias por doses de auto responsabilização? Responsabilize-se sobre a forma como enxerga, sente e vive a sua vida.

Se você não está esbanjando saúde, uma vez descartadas as patologias orgânicas (sim, é claro que elas existem!), procure entender o que o seu corpo está querendo comunicar. Talvez você esteja passando por um momento onde se sente totalmente confuso, perdido e com medo. Mas eu tenho uma boa notícia: se sentir perdido e com medo é maravilhoso para o seu processo de evolução. Sem insatisfação, dificilmente há transformação. Você está no caminho certo!

Só não acumule tanta bagagem emocional durante sua jornada. Coloque para fora! Encare uma terapia, escreva, pinte, faça colagem, são muitas as opções para quem não aceita nada menos do que o melhor para si mesmo... não espere o seu corpo gritar o que você tenta inutilmente abafar.

Cuide de você e das suas emoções, sejam elas boas ou ruins, com amor e aceitação. Seu corpo agradece!

Até a próxima!

Ingridy Ribeiro é Coach de Vida & Carreira. Escreve às sextas-feiras

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional