quarta-feira, 22 novembro 2017
Fale Conosco | (24)3343-5229

Colunas

Em Foco

por: Fernando Pedrosa

Lins fora, Nelsinho dentro

29/06/2017 20:58

Há um ditado antigo segundo o qual, na política, o cenário muda mais rápido do que as nuvens de lugar no céu. Portanto, exceto por alguma mudança de última hora, é improvável que o engenheiro Márcio Lins, às vésperas de se aposentar na CSN, aceite o convite do prefeito Samuca Silva para integrar o governo, mais precisamente para dirigir o Saae de Volta Redonda, como tem sido cogitado.

Depois de exercer por um breve período o cargo de diretor executivo da CSN, Márcio Lins tem outros planos. Segundo ele confidenciou a um amigo, esta semana, de imediato ele pretende, em julho, passar uma temporada na Europa, pelo menos duas semanas na casa da filha, que mora na Alemanha. E outros 15 dias circulando pelo Velho Continente.

Poucas & Boas: Lins deve recusar convite de Samuca. Nelsinho já aceitou

Até o final do ano, ele permanecerá dando aulas na UFF (Universidade Federal Fluminense) e planeja, a partir de 2018, dedicar mais tempo à família, que mora no Paraná. O nome dele chegou a ser cogitado também para a Secretaria de Transporte e Mobilidade Urbana, o que até o atrairia, mas esta hipótese, é bom ressaltar, jamais passou pela cabeça do prefeito Samuca.

Mas, extremamente educado, Lins ficou de pensar.

Enquanto isso, o interino Zé Geraldo, que assumiu a diretoria executiva do Saae após a saída de Leonardo Vidal, continuará comandando a autarquia.

Por outro lado...

Os rumores de que Nelsinho Gonçalves, filho do ex-deputado e ex-prefeito de Volta Redonda, vai compor o governo de Samuca não são mais apenas rumores. O convite foi aceito.

E ele não irá para a Coordenadoria da Juventude, como tem se especulado, mas, sim, para o Banco da Cidadania, que deverá ficar no âmbito da Secretaria de Desenvolvimento Econômico.

Nelsão, o pai, em princípio, foi contra, segundo uma fonte informou à coluna. Mas acabou aceitando.

Poucas& Boas: Lins deve recusar convite de Samuca. Nelsinho já aceitou

Nem tanto

Falar em reforma administrativa no governo pode ter sido um exagero. Na verdade, o que o prefeito Samuca deverá fazer é preencher lacunas, como escolher um novo secretário de Meio Ambiente, já que Alfredo Peixoto passou a acumular o cargo com a saída de Márcia Cury. Também deverá indicar um nome para a direção administrativa do Hospital São João Batista.

Podem ocorrer mudanças no segundo escalão, como na Coordenaria Municipal de Prevenção às Drogas.

Feliz

O vereador Paulinho do Raio-X (PMDB) comentou o fato de a prefeitura de Volta Redonda ter estendido até as 23 horas o horário de funcionamento do Laboratório Municipal. Lembra que, um projeto de lei de sua autoria, previa o funcionamento da unidade 24 horas.

Está certo de que a iniciativa contribui para a extensão do horário.

Fernando Pedrosa é editor do FOCO REGIONAL

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional