sábado, 21 outubro 2017
Fale Conosco | (24)3343-5229

Colunas

Em Foco

por: Fernando Pedrosa

Jari, mais votado, estava preocupado

03/10/2016 18:07

A coluna acompanhou nas ruas a eleição deste domingo em Volta Redonda. E encontrou Jari, o vereador mais votado de Volta Redonda (4.392), pela manhã, à porta do Colégio Getúlio Vargas, no Laranjal.

Cumprindo seu primeiro mandato, o vereador estava preocupado. É que esta eleição, como já se disse exaustivamente, foi bem diferente das demais. Acabou sendo o campeão de votos desta eleição.

Jari, que se elegeu pelo PT e renovou o mandato no PSB, fez um bom trabalho de rua, que não se restringiu ao período de campanha. Durante todo o mandato, esteve nos bairros, prestando contas de sua atuação, ouvindo moradores, hábito que “herdou” de seu principal apoiador, o vice-prefeito Carlos Roberto Paiva.

Poucas & Boas: Jari, vereador mais votado de VR, estava preocupado

Na igreja

Daí a pouco chegou Fernando Martins, outro parlamentar de primeiro mandato. Que, a exemplo do colega, também estava inquieto. Conversou com Jari sobre supostas pesquisas para a Câmara, algo que, por sinal, é tão frágil quanto copo de vidro.

A disputa no PMDB foi pesada, como era de se esperar. Evangélico, em vários momentos, Fernando repetiu: “Deus ajuda quem trabalha”.

Ao fim da apuração, Fernando Martins para a igreja Catedral das Assembleia de Deus para agradecer pela vitória.

- Precisava glorificar o nome do Senhor e consagrar essa vitória a Ele. Também sou grato aos meus eleitores e por todas as pessoas que acreditaram em nossa campanha – declarou o vereador, membro da igreja desde a infância. Ele teve 2.528 votos.

Forte

Todos davam como certa a reeleição de Paulo Conrado (PRTB), que de fato aconteceu. Mas ninguém apostava que fosse superar os três mil votos.

E foram 3.576 – segundo mais votado em Volta Redonda.

Guarda presente

Em 2012, o comandante da Guarda Municipal de Volta Redonda, major Luiz Henrique Monteiro Barbosa, tentou fazer um membro da corporação vereador. Passou perto.

Agora, o objetivo foi bem sucedido: conseguiu eleger o GM Isaac (PEN), com menos de 900 votos. 

Avassalador

O total de vereadores não reeleitos em Volta Redonda superou todas as expectativas. Além dos quatro que não concorreram à reeleição para o cargo – Baltazar, Fuede, América Tereza e Pedro Magalhães – a estimativa é de que no máximo três não conseguiriam renovar o mandato.

No final, foram sete: Sukinho (PSD), Adão (PSB), Jerônimo (PSC), Francisco Chaves (DEM), Maurício Batista (PCdoB), Walmir Vitor (PT) e Simar (PSL).

É guerra

Na manhã desta segunda-feira, a notícia sobre a disposição de Samuca Silva de não buscar apoio dos candidatos derrotados no primeiro, turno, foi postada com um erro pelo FOCO REGIONAL. Dizia o título “Samuca fará alianças”, ou seja, faltou um não.

O erro foi corrigido em segundos, mas, acredite, alguém logo copiou e tentou sair espalhando. Ocorre que, clicando no link da matéria, o leitor é direcionado para a reportagem com o título já corrigido. O texto, desde o início, já deixava clara a posição do candidato.

Presente de grego

América Tereza (PMDB) recebeu um presente de grego das ruas. Nesta segunda-feira, a vereadora de cinco mandatos que sonhava estar no segundo turno da eleição em Volta Redonda, está completando 63 anos de idade.

A festa murchou.

Volume

O total de abstenção em Volta Redonda (42.423) só não foi superior à votação obtida por Paulo Baltazar, que somou 50.881 votos.

Samuca, o segundo colocado, teve 39.457.

Fernando Pedrosa é editor do FOCO REGIONAL

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional