sábado, 21 outubro 2017
Fale Conosco | (24)3343-5229

Colunas

Vida Digital

por: Frederico Guimarães

Cobrança no Whatsapp

22/01/2016 16:06

Lá vamos nós novamente falar deste aplicativo! Danado ele, que não nos deixa quieto nem um minuto sequer. Pois esta semana, mais precisamente na segunda-feira (18), um dos criadores e presidente-executivo do WhatsApp, Jan Koum, afirmou que o aplicativo deixará de cobrar a taxa de anuidade no valor de US$ 1. “Estamos muito felizes que o Whatsapp não irá mais cobrar a taxa de assinatura”, foi a frase de impacto escolhida para anunciar a notícia.

Bem, eu tenho meu WhatsApp há pouco mais de DOIS anos e me lembro de quando baixei que, a partir do primeiro ano, este valor seria cobrado. Quando foi chegando próximo desta data, recebi uma nova mensagem dizendo que o prazo foi prorrogado por mais um ano. Agora, quando a taxa realmente seria cobrada, recebi mensagem de que o aplicativo passaria a ser gratuito, coisa que, na verdade, nunca deixou de ser.

"Conforme crescemos, descobrimos que essa abordagem não funcionou bem. Muitos usuários do WhatsApp não têm cartão de débito ou crédito e ficavam preocupados em perder acesso a seus amigos e família após seu primeiro ano", disse Koum. "Nós não queremos que ninguém tenha sua comunicação cortada por causa de um problema de cartão de crédito", concluiu o ucraniano.

Vale ressaltar também o número de usuários que o WhatsApp atingiu em 2015: 990 milhões de contas criadas. Um número considerado muito alto, mas um pouco frustrante ainda para os criadores, pois ficaram apenas a 10 milhões de chegarem à incrível marca de 1 bilhão de contas.

Mas vamos pincelar um pouco sobre as finanças do aplicativo. Mesmo sem estes US$1, referentes à anuidade, que gerariam um faturamento anual considerável, o Facebook, que comprou a empresa por US$ 22 bilhões, ainda tem planos de lucrar, e muito, com o WhatsApp.

“Começando este ano, nós iremos testar ferramentas que permitam usar o WhatsApp para se comunicar com empresas e organizações”, explicou. E deu exemplos: “Isso pode significar falar com seu banco sobre se uma transação recente é fraudulenta ou com uma empresa aérea sobre um voo atrasado”. “Nós todos recebemos essas mensagens em qualquer lugar hoje – por meio de mensagens e ligações –, então queremos testar novas ferramentas para que isso seja mais fácil de fazer pelo WhatsApp”, disse Koum.

O fato é que o aplicativo, com quase 1 bilhão de usuários, pode produzir muita informação para as empresas. Informações estas que vão muito além de nossas imaginações. E com isso, milhares de maneiras de se lucrar ainda mais com o app. Enquanto isso, vamos nós nos divertir e aproveitar da melhor maneira possível o WhatsApp, já que agora ele será eternamente gratuito.

Frederico Guimarães é especialista em marketing digital escreve sempre às sextas-feiras.

E-mail: frederico@souhashtag.com.br


Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional