domingo, 23 abril 2017
Fale Conosco | (24)3343-5229

Colunas

Esporte

por: Filipe Cury

Acabou o amor?

11/11/2015 08:33

Os torcedores do Flamengo não pouparam críticas à equipe de Oswaldo de Oliveira mesmo com a goleada sobre o Goiás por 4 a 1, na tarde de domingo, no Maracanã. Em uma rede social, a famosa página de humor Flamengo da Depressão ironizou a vitória alegando que o time é o que mais ajudou o Vasco na competição, já que, por não brigar por mais nada na temporada (há uma chance remota de Libertadores), poderia ter perdido o jogo e prejudicado o rival na luta contra o rebaixamento. Não foi desta vez.

Houve também os contras, alegando que entregar partida é coisa de time pequeno. E eles têm razão. Porém, sabe-se que no momento as vitórias são muito mais para a permanência do treinador do que para o benefício do próprio clube. O Flamengo se mostrou gigante ao vencer seis seguidas, no segundo turno, diante de poderosos adversários, mas apequenou-se no oba-oba do já ganhou que há anos tem o time da Gávea como principal vítima.

E, com razão, até a última rodada, os torcedores possuem o direito de cobrar melhorias para que no ano seguinte não ocorra mais fracassos, já que desta vez todas as expectativas viraram decepções.

Golaço

“Quero ver fazer isso na Europa”. Quando ainda atuava no Brasil, pelo Santos, muitas pessoas diziam que Neymar só conseguia aplicar dribles desconcertantes seguidos de belos gols diante de adversários como Bragantino, XV de Piracicaba, etc, e que no velho continente encontraria dificuldades para passar por marcações duras.

A pintura que o jovem atleta fez na vitória por 3 a 0 sobre o Villarreal pelo Campeonato Espanhol, ao dominar no peito, dar um lençol em si mesmo e mandar de primeira para o gol estampou as capas de grandes jornais esportivos do mundo inteiro. Na semana passada, no post Reinado Ameaçado, disse que no futuro próximo ele poderia ser eleito o melhor jogador do mundo e me enganei.

Com a lesão de Messi, seguida de atuações não muito convincentes de Cristiano Ronaldo, o momento dele pode finalmente ter chegado. Pode ser que o reinado deles acabe no dia 11 de janeiro de 2016, na entrega da Bola de Ouro 2015, na Suíça, com uma agradável surpresa para todos os brasileiros.

Filipe Cury é estudante de jornalismo e faz estágio no FOCO REGIONAL. Sua coluna é publicada sempre às terças e sextas-feiras

E-mail: filipecury93@gmail.com 

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional