sábado, 21 outubro 2017
Fale Conosco | (24)3343-5229

Colunas

Esporte

por: Filipe Cury

A torcida não aceita

31/10/2015 11:13

Grande parte da torcida e imprensa foram pegos de surpresa com a notícia de que cinco atletas do Flamengo seriam afastados das atividades por participarem de uma festa realizada na última terça-feira em uma casa no bairro de Vargem Grande, Zona Oeste do Rio de Janeiro. São eles Marcelo Cirino, Pará, Everton, Alan Patrick e Paulinho.

O momento da equipe no Campeonato Brasileiro não ajuda e figuras públicas que são, é claro que os torcedores não entenderiam. Seis derrotas em sete jogos, com chance pequena de ir para a Libertadores, a última coisa que esperavam eram ouvir relatos de que importantes jogadores iriam à uma residência onde o funkeiro Mr. Catra morou para uma comemoração com abuso de bebidas alcoólicas e mulheres.

Era horário de trabalho? Não. Mas pega mal? Pega. E o motivo é simples. Não há o que comemorar quando se perde diversas partidas seguidas. Quando se vê o G-4 distante. Quando atuações apáticas são normais. E, logicamente, os dirigentes não sorriem quando o time passa por situações deste tipo. Eles querem o sucesso do elenco e pagam caro por isso. Nas derrotas, as cabeças deles é que são cobradas. Diferente de outras profissões, a vida de jogador de futebol é regada de pressão e exposição, e sem postura no lado pessoal há crises internas dentro das associações na qual fazem parte. Dava para segurar a onda pelo menos até o fim do Brasileirão, né?

O quinteto diz que não houve nenhuma baderna e que se tratava de apenas uma confraternização durante a tarde, mas os argumentos não foram bons o suficiente para convencer a cúpula Rubro-negra. Convencidos pela versão da imprensa, eles manterão a decisão. Se estava ruim, ficou pior. No momento em que se precisava de luz, ficou ainda mais escuro.

A melhor resposta de que dias melhores podem vir é uma vitória contra o Grêmio, no domingo, em Porto Alegre. Isso se quiserem fazer sinal de silêncio com o dedo na boca. Caso contrário aguentem a pressão, porque torcedor não perdoa e vai cobrar onde for.

Filipe Cury é estudante de jornalismo e faz estágio no FOCO REGIONAL. Sua coluna é publicada sempre às terças e sextas-feiras

E-mail: filipecury93@gmail.com

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional